Nos EUA

PROIBIÇÃO DE VENDA CASADA

A cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, aprovou uma sanção contra a venda do McLanche Feliz, alegando que a venda “casada”do brinquedo junto com a refeição induziria as crianças a optarem pelo sanduíche, que beira os limites máximos para calorias, sódio, açúcar e gordura.

Toda a vez que alguém quiser comprar o lanche acompahado dos brinquedos, os atendentes da rede deverão dizer que “não podemos atender o seu pedido”. Mas isso entrará em vigor somente em dezembro de 2011.

No entanto, o chefe executivo da companhia de lanches rápidos criticou a medida, acusando as autoridades reguladoras de minarem a autoridade dos pais em fazerem as decisões para suas famílias. O diretor classificou aqueles que tentam impedir a venda do lanche como “polícia da comida.

“Continuaremos vendendo os McLanche Feliz, lamentando não poder entregar os brindes que as crianças adoram” – afirmou Jim Skinner ao Financial Times. Skinner também disse que a nova regra, que entra em vigor em dezembro de 2011, “tira a escolha pessoal das famílias, que são mais do que capazes de fazerem suas próprias decisões”.

A mensagem do diretor do McDonalds é direta contra a “polícia da comida”, que culpa a rede de fast food por contribuir com a obesidade nos Estados Unidos.

“Vemos há muitos anos pessoas tentando ditar o comportamento da sociedade por meio da legislação”, disse. “Nossos lanches são aceitos pelos pais deste 1970, e os valores nutritivos do McLanche Feliz vão ao encontro da Food and Drug Administration” (Órgão regulador do setor nos EUA),afirmou.

Notícias do Espaço Vital, 16.12.2010.

Anúncios
%d bloggers like this: