Zilda Arns

Calcula-se que chegarão a cem mil os mortos em decorrência do terremoto ocorrido no Haiti, em 12.01.2010. O epicentro ocorreu exatamente na capital do País, Porto Príncipe. O número de vítimas indiretas ainda não pode ser calculado.

Dentre as vítimas estava Zilda Arns, que era médica pediatra e sanitarista. Fundou e coordenava a Pastoral da Criança e a Pastoral da Pessoa Idosa.

Zilda Arns foi, por três vezes, indicada para receber o Prêmio Nobel da Paz. Com ou sem prêmio – não creio que isso lhe fosse lá importar – dedicou-se a cuidar do próximo, principalmente de crianças e idosos.

Estava no paupérrimo Haiti fazendo o que sempre fez, isto é, ajudando. Realizava palestras em países da América Central, buscando ensinar como atender pessoas carentes e incentivar os demais a fazê-lo.

A passagem de Zilda Arns significa mais que perder alguém que se dedicava a auxiliar o próximo. Significa estar o mundo privado de um grande exemplo de humanismo. Que não se deixe a memória de Zilda apagar.

Anúncios
%d bloggers like this: